HOME | SOBRE NÓS | CONTACTOS
Sexta-feira, 3 de Abril de 2020 20 visitantes online
 
Palavra, frase, empresa  
 
 
 
 
NEWSLETTER
 

Calendário de Eventos

 

Glossário

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Imobilizações corpóreas
Aplicações tangíveis de carácter permanente, de uma empresa, como por exemplo, terrenos, edifícios e equipamento, etc. Rubrica do activo do balanço

Imobilizações incorpóreas
Aplicações intangíveis de carácter permanente, de uma empresa, tais como despesas de instalação, despesas de investigação e desenvolvimento, trespasses, etc. Rubrica do activo do balanço

Imposto
Prestação obrigatória em dinheiro, sem contrapartida imediata, sobre o rendimento das pessoas e que é exigida pelo Estado, visando a cobertura de um conjunto de despesas de interesse geral e nacional

Imposto Directo
Imposto que incide sobre os rendimentos obtidos pelos contribuintes através de uma matéria colectável directamente determinada (IRS, por ex.)

Imposto Indirecto
Imposto que incide sobre os rendimentos utilizados, através de uma matéria colectável indirectamente determinada (IVA, imposto de selo, por ex.)

Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas
Incide sobre os rendimentos obtidos, no período de tributação (coincide normalmente com o ano civil), pelos respectivos sujeitos passivos: sociedades comerciais ou civis sob forma comercial, cooperativas, empresas públicas, pessoas colectivas de direito público ou privado e entidades desprovidas de personalidade jurídica que exerçam, a título principal, uma actividade de natureza comercial, industrial ou agrícola, bem assim como entidades, com ou sem personalidade jurídica, que não tenham sede nem direcção efectiva no território nacional e que aí obtenham rendimentos.

Imposto sobre o Valor Acrescentado
Imposto indirecto, o IVA (Imposto Sobre o Valor Acrescentado) visa tributar todo o consumo em bens materiais e serviços, abrangendo a sua incidência todas as fases do circuito económico, desde a produção ao retalho, sendo, porém, a base tributável limitada ao valor acrescentado em cada fase

Imunização
Técnica que procura eliminar a sensibilidade de uma carteira de obrigações ao risco de reinvestimento durante um determinado período de tempo

Indicadores económicos
Estatísticas chave que nos mostram a direcção e tendência de uma determinada economia. Entre estes encontram-se a taxa de desemprego, a taxa de inflação, a utilização da capacidade produtiva e a balança comercial

Índice
Medida estatística de mudanças num mercado específico para acompanhar um determinado grupo de títulos ou uma bolsa de valores durante um certo período. Mede também o estado geral e a performance de um mercado financeiro ou de uma economia

Índice de Preços no Consumidor (IPC)
Índice que mede a inflação, o IPC traduz o preço de um cabaz de mercadorias de modo a estabelecer a tendência dos preços de uma economia

Índice de Produção Industrial
Tendência em volume do valor acrescentado das indústrias extractivas e transformadoras.

Índice PSI20
Índice Bolsista que reúne as 20 acções mais representativas e com maior capitalização e liquidez entre as empresas cotadas na Bolsa de Lisboa

Inflação
Taxa de crescimento do nível geral de preços de um país ou região

Informação privilegiada (inside information)
Conhecimento de informações relativas a uma empresa e não disponibilizadas ao público em geral

Insider
São as pessoas que por terem uma posição privilegiada em empresas ou acesso a meios de obtenção de informação confidencial (não disponibilizada ao público em geral), se servem disso para obterem lucros no mercado de valores mobiliários. A CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários) proíbe essa prática

Instituição de crédito
Instituição financeira que concede crédito a empresas, particulares e outros agentes económicos. São exemplos de instituições de crédito, os bancos, as sociedades de leasing, de factoring, sociedades financeiras de corretagem, sociedades financeiras de aquisição a crédito…

Integração horizontal
Criação de parcerias e/ou aquisição de empresas dentro do mesmo mercado/sector, visando um aumento de dimensão (quota de mercado) e aproveitando eventuais economias de escala

Integração vertical
Criação de parcerias estratégicas ou concretização de aquisições, a montante ou a jusante do negócio principal da empresa. Na prática, visa o controlo de toda a cadeia de produção, criando assim fortes barreiras aos novos potenciais concorrentes

Intermediação
Realização de operações financeiras através de uma instituição intermediária

Intervalo diário (range)
Diferença entre a cotação máxima e a cotação mínima relativas a um determinado dia de negociação

Investidor Institucional
Instituições financeiras que investem no mercado de capitais. Consideram-se institucionais, o Estado, as instituições públicas, as instituições financeiras (bancos, caixas económicas, etc.), as seguradoras, os fundos de investimento e de pensões, e outros que investem no mercado de capitais comprando e vendendo valores mobiliários em grandes quantidades

Investimento
Acto ou efeito de investir; aplicação de capital. O investimento pode ser num negócio, em empresas, em títulos, em imóveis, em arte, etc…

Investimento Directo Bruto
Montante correspondente ao capital acumulado referente a compras de bens duradouros que são utilizados durante vários ciclos de produção.

Investimento Directo Estrangeiro em Portugal (IDE)
Aplicação de capitais efectuada com o fim de adquirir uma posição duradoura, ou mesmo o controlo, numa empresa que exerce a sua actividade no estrangeiro. Um fluxo de investimento directo em Portugal pode corresponder à criação de uma empresa em Portugal por parte de um investidor estrangeiro, à aquisição de pelos menos 10% de capital de uma sociedade portuguesa anteriormente existente, ao reinvestimento dos lucros por uma filial da empresa estrangeira em Portugal ou a operações entre a casa-mãe no estrangeiro e uma filial em Portugal (aumentos de capital, empréstimos diversos, adiantamentos, etc.).

Investimento Directo Líquido
Corresponde em cada período à diferença entre o Investimento bruto e o Desinvestimento.

Investimento Directo Português no Estrangeiro
Aplicação de capitais efectuada com o fim de adquirir uma posição duradoura, ou mesmo o controlo, numa empresa que exerce a sua actividade no estrangeiro. Um fluxo de investimento directo português pode corresponder à criação de uma empresa no estrangeiro por parte de um investidor nacional, à aquisição de pelo menos 10% de capital de uma sociedade estrangeira anteriormente existente, ao reinvestimento dos lucros por uma filial de uma empresa portuguesa no estrangeiro ou a operações entre a casa-mãe em Portugal e uma filial no estrangeiro (aumentos de capital, empréstimos diversos, adiantamentos, etc.).

Investimento Estrangeiro
Aplicação de capitais efectuada por particulares ou por empresas fora do território nacional.

Investimentos Financeiros
Aplicações de capital, de carácter permanente, em imóveis, em activos financeiros: partes de capital, empréstimos a empresas do grupo e associadas, títulos, etc. Rubrica do activo do balanço, do Plano Oficial de Contas (POC)

Investir
Em sentido económico, é fazer uma aplicação de capital com o objectivo de obter um retorno

 

 
ÁREA DE CLIENTES
» Novo Registo
» Recuperar Password
este espaço pode ser seu
contacte-nos
caixa leasing
 

Anúncios Portal de Negócios

O Portal de Negócios coloca à sua disposição um serviço totalmente gratuito de anúncios. Aqui poderá colocar anúncios de oferta e procura de emprego ou outros, desde que relacionados com a área dos negócios. Terá apenas de efectuar o registo. Caso já seja um utilizador registado, por favor introduza o seu nome de utilizador e palavra passe.

FAÇA AQUI O SEU ANÚNCIO!
 
 
INSTITUCIONAL
INTERNACIONAL
 
INFORMAÇÃO
ORÇAMENTOS
 
CLUBE DE NEGÓCIOS
OUTROS PORTAIS E SITES DO GRUPO
Portal da Construção
Portal Saúde
Portal Turismo
Windbyinternet - Comunicação Digital
Easy PRO - Websites Low Cost
 
 
optimizado para uma resolução de 1024x768 ou superior
(c)2007- 2020 O Portal de Negócios | Powered by WindByInternet